Meu Mundinho

Melancólico. Assim que tenho passado os últimos dias. Motivos, não tenho específicos, mas com certeza tenho um caminhão deles de sobra. É sempre assim: achamos motivos para ficar mal sempre que queremos – ou podemos. Não posso e não quero, mas acontece. Principalmente quando as pessoas começam a entrar na sua sala e a perguntar se você está bem. Após a quinta vez respondendo que sim, você passa a acreditar que pode ser que não esteja. E não estava mesmo. Nem um pouco. Depois de uma semana difícil e um final de semana de descanso, você vislumbra uma nova semana complicada. "Um dia depois do outro" é o seu consolo para enfrentá-la. Mas sem grandes expectativas.Fico pensando em minhas viagens com a furtiva esperança de dias felizes, brutalmente interrompidos por uma torrente de telefonemas que você se recusa, agora, em atender. Eles podem esperar. E esperam. Quero um minuto meu, só meu, com porta fechada, ar condicionado e uma música que você sempre ouve quando quer fugir de tudo. Melhor se fosse numa praia, de bermuda e pé na areia. Ou bastante encapotado de roupas numa daquelas mesinhas quebradas da Tuileries. Ou com um livro despreocuado no bob`s, de costas para o agito da baladinha….

Autor :Diego Lobatore

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s